SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Templo do Espírito Santo

TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO

Pastor Antenor Bezerra Dias


Não sabeis que vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. (1 Coríntios 16.17)


O templo é um edifício consagrado ao culto religioso, lugar santo.


Na historia religiosa dos povos sobre a face da terra, encontramos os adoradores dos falsos deuses como também os adoradores do verdadeiro Deus. A Teologia nos fala dos deuses com os seus adoradores e os seus templos.


O rei Salomão que foi o terceiro rei em Israel, viveu entre aquelas nações pagãs que cultuavam aos seus deuses nos seus templos. Cumpriu a vontade de seu pai Davi, em construir um local consagrado para também cultuar ao seu Deus que era Jeová, juntamente com todo seu povo.


Ainda nos dias do rei Salomão isto se realizou, e este lugar foi chamado casa de Deus, (Sl. 122:1).


O apóstolo Paulo na sua primeira carta aos Coríntios, disse: "NÃO SABEIS VÓS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS E QUE O ESPÍRITO DE DEUS HABITA EM VÓS? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá porque templo de Deus que sois vós é santo" (1 Co 3:16, 17).


A Bíblia nos leva agora a estudar o templo de Deus em um ângulo diferente.

A Bíblia diz que, Deus não habita em templo feito por mão de homem, (At. 7:48). Todavia, pelo que lemos o Altíssimo não rejeita habitar no próprio homem; isto é, porque o homem é feitura das suas mãos. O apóstolo estava assim doutrinando os crentes da igreja de Corinto para que eles soubessem analisar o que eram eles em relação a Deus. Os Coríntios antes de serem cristãos tinham sido da religião pagã. No paganismo os deuses eram adorados através de imagens que não tem espírito nem vida; mas Jesus disse: “Deus é Espírito”, portanto o apóstolo estava dizendo aos Coríntios que eles podiam ser morada de Deus em Espírito. Esta morada fazia referencia à existência da presença contínua de Deus na vida dos membros da igreja.


Vamos converter tudo isto para a atualidade. Em todos os tempos os cristãos propriamente ditos têm o mesmo direito de terem o mesmo destino que tiveram os crentes de Corinto, serem morada do Espírito Santo.


Em toda esta comunhão entre Deus e os salvos Jesus disse: “SE ALGUÉM AMA A MINHA PALAVRA, MEU PAI O AMARÁ E VIREMOS PARA ELE E FAREMOS NELE MORADA” (Jo. 14:23). Desta habitação procede um verdadeiro avivamento para qualquer momento na obra do Senhor.


O primeiro despertamento trata-se de uma consagração devida ao Senhor, pelo motivo do cristão saber que é morada de Deus em Espírito. Como morada de Deus, Ele faz questão de enriquecer sua casa com os melhores adornos que são os dons espirituais. O apostolo Paulo quando escreveu a carta aos Romanos disse: “Rogo-vos pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como sacrifício vivo e santo que é o vosso culto racional” (Rm. 12:1).


Paulo foi muito cuidadoso em conservar a igreja na santidade. Para os Tessalonicenses ele escreveu: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo vosso espírito, alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts 5:23).


A igreja do Senhor é composta de santos e santas, e assim a igreja será santa. Paulo diz: “Para apresentar a si mesmo igreja gloriosa sem mácula nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e irrepreensível” (Ef. 5:27).


Na vida secular cada pessoa que tem uma função valorosa, e no reino de Deus, Jesus disse: “BEM ESTÁ SERVO BOM E FIEL, SOBRE O POUCO FOSTE FIEL SOBRE O MUITO TE COLOCAREI” (Mt. 25:21).


Cabe a nós servos do Senhor glorificar o seu nome pelo muito que Ele nos fez. Diz o apóstolo Paulo que o nosso corpo é um campo de guerra entre a carne e o Espírito, mas se o nosso corpo já é morada e templo do Espírito Santo de maneira nenhuma a carne com seus maus hábitos expulsará de nós Aquele que só nos fez o bem (Rm. 8:9).


Salomão em seus Provérbios demonstra uma grande preocupação com os jovens porque o futuro de Israel estava nas mãos dos jovens. O filho de Salomão (Roboão) tinha quarenta e um anos quando substituiu ao seu pai no trono, mas fracassou no seu governo quando se aconselhou com jovens como seria a forma do seu governo. O rei Roboão certamente não era templo do Espírito Santo, os mancebos que lhe aconselharam também não, porque se o fossem o reino de Israel não teria chegado aonde chegou, sendo dividido, separando-se 10 tribos do filho de Salomão. Davi como o grande rei em Israel, na sua oração ele disse: “Não me lances fora da tua presença nem retires de mim o teu Espírito Santo” Sl. 16:13.


O Espírito Santo na vida do crente é uma ação tão constante, gerando uma contínua comunhão com Deus. Essa comunhão existe entre Deus e o fiel, é uma de intimidade tão perfeita, que em muitos casos diz-se que Deus mora com o crente fiel, ou que o crente fiel mora com Deus. Veja bem: “Porque tu ó Senhor és o meu refúgio, o Altíssimo é a tua habitação” (Sl. 91:9).


Jesus disse: “Se alguém me ama guardará a minha palavra, e meu pai o amará e viveremos para ele e faremos nele morada” (Jo. 14:23).




 

FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA

CANAL DE BENÇÃO