SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Pedro, O Discípulo Desejado

PEDRO, O DISCÍPULO DESEJADO

*J. Dias


Texto Base: Lucas 22: 31-34 Atos 4: 1-20


Pedro é o exemplo de discípulo que todo líder sonha ter!


Se estudarmos com atenção os Evangelhos, veremos que Pedro era um homem que agia sem pensar, por impulso.
Pedro sempre era o primeiro a reagir em qualquer situação. muitas vezes não esperava resposta do Mestre, saia para a ação, fazia propostas impossíveis como construir tendas para Moisés e Elias.


Na sua maneira de reagir intempestivamente aos fatos, aos questionamentos, Pedro foi usado por Deus, como no caso da pergunta de Jesus: “e vocês o que dizem que eu sou?”. Pedro respondeu: “Tu és o Cristo de Deus” (Mt 16:16). Foi também usado por satanás, quando disse: “Senhor isso jamais lhe acontecerá", questionando sobre a morte de Jesus (Mt 16:22-23). Por seu modo de agir, ele teve a maravilhosa experiência de caminhar sobre as águas (Mt 14:28). Que outro discípulo teria coragem de pedir ao Mestre para ir ao seu encontro, caminhando sobre as águas? Mesmo tendo quase afundado, aquela experiência deve ter ficado na memória de Pedro para o resto da vida.


O interessante é que mesmo com todas as atitudes intempestivas, ele nunca deixou de fazer parte do círculo intimo de Jesus, e olha que o círculo era pequeno, apenas três discípulos: Pedro, Tiago e João.


No episodio da prisão de Jesus, Pedro demonstrou dois lados: primeiro afoitamente sacou a espada e feriu um rapaz, servo do sumo sacerdote, no intuito de defender quem não precisava de defesa humana. Depois se mostrou medroso ao negar que conhecia Jesus, para uma criada na casa do sumo sacerdote. O testemunho ou acusação de um criado, não tinha grande valor, de uma criada então, não tinha valor algum. Mesmo assim Pedro temeu.


Então o que Jesus via em Pedro?


Jesus via em Pedro alguém que tinha interesse em aprender, alguém que estava sempre próximo ao Mestre, alguém que fazia perguntas, alguém que questionava. Foi Pedro que perguntou quantas vezes devia perdoar seu irmão? Foi ele quem cobrou do Mestre: “E nós que deixamos tudo e te seguimos, que receberemos?”


Jesus o repreendeu várias vezes. O mais importante aceitava a correção, não ficava de “bico”. E quem age assim, quer crescer, quer chegar a algum lugar. Para o verdadeiro mestre, este é o verdadeiro discípulo. A mediocridade, jamais alcançará este tipo de aluno. Vai dar frutos, com certeza.


Após a partida de Jesus, Pedro começou a mostrar o que aprendeu com o seu amado Mestre. Pedro agora é ousado, menos intempestivo, já não agia por impulso.


No dia de pentecostes estavam reunidos no cenáculo 120 pessoas, inclusive os apóstolos João e Tiago, que também haviam feito parte do círculo intimo do Mestre.
Mas quando o povo começou a perguntar o que era aquilo? Outros insinuavam que aquelas pessoas estavam embriagadas, Pedro não perdeu a oportunidade de anunciar a salvação em Jesus. Começou citando o profeta Joel, mostrando as profecias sobre este acontecimento, a descida do Espírito Santo (At 2).


Como Pedro, um simples pescador sabia sobre as Escrituras? Só pode ter aprendido com Jesus. A Bíblia não era de fácil acesso como é agora, apenas uma minoria tinha conhecimento dos livros Sagrados, entre estas pessoas estava Jesus. O certo é que Pedro, agora revestido pelo Espírito Santo, passou imediatamente a usar a unção recebida para trabalhar pelo crescimento do Reino de Deus.


Fez uma pregação simples, mas desafiadora, com ousadia convidou aqueles homens a se arrependerem e serem batizados em nome de Jesus. O fez com tanta convicção e conhecimento de causa, que naquele dia quase três mil pessoas aceitaram o desafio dele (At 2.41).


Em outra ocasião quando estava entrando no templo, pela porta Formosa juntamente com João, um aleijado dirigiu-se aos dois pedindo uma esmola. Quem respondeu e ousou usar a autoridade que Jesus havia dado aos discípulos, para fazerem curas, sinais e maravilhas? Pedro.
Por causa dessa atitude, os dois enfrentaram o Sinédrio. O Pedro medroso, que havia negado conhecer Jesus diante de criados, agora assumia que é seguidor de Jesus, na frente da corte mais poderosa e perigosa do judaísmo. E ousadamente desafiou-os dizendo: ”vocês o crucificaram, mas Deus não o deixou na sepultura, ele vive e nós somos testemunhas” (At 5.26-33).


Tudo isto mostra que Pedro cresceu que ele mudou. E este é o sonho do verdadeiro líder, ver o crescimento de seus alunos.



*Editor do Site

www.santovivo.net


FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA

CANAL DE BENÇÃO