SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Rute, Uma Moabita na Genealogia de Jesus

RUTE, UMA MOABITA NA GENEALOGIA DE JESUS

*J. DIAS


Nenhum amonita nem moabita entrará na congregação do SENHOR; nem ainda a sua décima geração entrará na congregação do SENHOR eternamente” (Dt 23.3).


Conhecemos a história do juízo que veio sobre Sodoma e Gomorra. Estas cidades chegaram a um nível de iniquidade que para o Senhor foi insuportável. Mas, antes da destruição da cidade de Sodoma, Ló, sobrinho de Abraão, foi retirado da cidade com sua família. Como nós sabemos, a esposa de Ló morreu durante a fuga de Sodoma. Então, quando Ló chegou a seu destino só estava ele e suas duas filhas. Ele foi morar numas cavernas próximas da cidade de Zoar. Parece que era um lugar deserto, já que as filhas dele não viram nenhuma esperança de casamento. Por esta razão resolveram ter filhos com o pai, para que a geração de Ló não fosse extinta. Desse ato de incesto foram geradas duas nações: os amonitas e os moabitas (Gn 19.36-38). As nações geradas pelas filhas de Ló foram proibidas de fazer parte da congregação dos filhos de Deus até a décima geração. Foram amaldiçoados pelo próprio Deus, por terem agido como inimigos do povo de Israel durante a caminhada deles no deserto em direção a Canaã (Dt 23.3-4).


Passemos agora a história da moabita Rute. Elimeleque, da tribo de Judá, morava em Belém, que viria a ser no futuro a cidade de Davi. Era casado com Noemi e tinha dois filhos homens. Elimeleque era um homem de posses, tinha terras, talvez tivesse uma pequena fazenda. Mas houve uma fome em Belém, e ele resolveu sair da cidade com a esposa e seus dois filhos, que ainda eram solteiros. Elimeleque fez tudo errado, saiu da terra de seus pais e foi morar em uma terra de um povo que adorava outros deuses, Moabe. Nas terras de Moabe eles não se deram bem, como já era esperado, já que saíram da proteção do Senhor para buscar ajuda em terra estranhas. Elimeleque morreu, e seus filhos casaram-se com mulheres moabitas. Os filhos também morreram, ficando Noemi com as duas viúvas, ou seja, agora eram três viúvas. Noemi resolveu voltar para Belém e uma das noras, Rute, decidiu que iria com ela. Noemi tentou fazê-la mudar de ideia, mas ela estava decidida.


Rute fez perante Noemi uma declaração que mudaria toda sua vida: o teu povo será o meu povo, e o teu Deus será o meu Deus (Rt 1.16b). A partir dessa declaração a vida de Rute começa a mudar, de uma pessoa sem esperança ela passa a ser uma mulher abençoada. Chega à Belém como viúva, desamparada e estrangeira, vinda de um povo inimigo de Israel. Casa-se com um dos homens mais ricos da cidade. Rute passou a ser uma mulher de destaque entre o povo judeu. Ela se tornou bisavó do rei Davi e consequentemente faz parte da genealogia de Jesus (Mt 1.5).


Para que isso acontecesse, ela não precisou passar por cultos de quebra de maldição, muito menos por sessão de descarrego. Bastou ser aceita como filha de Deus. Como diz o apóstolo Paulo na segunda carta aos Coríntios, falando sobre sermos aceitos como filhos de Deus: as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo (2 Co 5.17b).


A história de Rute é uma das maiores provas de que basta a pessoa aceitar a Jesus de todo coração para que todo e qualquer tipo de maldição seja quebrada. No momento da conversão ela é justificada por Deus através do sacrifício de Jesus, quer dizer, se torna justa diante de Deus e passa a fazer parte do número de salvos. O que precisa ser trabalhado no convertido é a santificação, e isso é um processo lento e gradual. Os cultos de libertação são feitos para que a pessoa se livre de vícios, traumas e outros problemas. Mas não há qualquer tipo de maldição a ser quebrada. Nenhuma maldição consegue sobreviver onde habita o Espírito de Deus.


A maneira de se quebrar uma maldição é apenas aceitar a Jesus. Quem tem Jesus no coração não tem medo de “feitiço”, “despacho”, “macumba”, “olho gordo”, “mau olhado’ e outras coisas desse tipo. Porque nenhum desses “trabalhos” têm força alguma diante do nome de JESUS.


Ao Senhor Deus e só ao Senhor, toda glória, para sempre. Amém!


*Editor do Site

 


 

FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA

CANAL DE BENÇÃO