SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Evangelho Na Mídia

O EVANGELHO NA MÍDIA

*J. Dias


Texto Base: Mateus 7. 22-23

"Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade".

O sonho de muitos cristãos verdadeiros aparentemente está sendo alcançado, que é a pregação do Evangelho na mídia. Mas, será que é verdade? O Evangelho está sendo mesmo pregado na mídia?

Infelizmente com raríssimas exceções, o que se tem assistido é a total deturpação da Palavra de Deus. Estão pregando um Evangelho totalmente descaracterizado. Um Evangelho sem substância bíblica. Um evangelho que não chama o pecador ao arrependimento. Você talvez diga: “mas o importante é que pessoas estão sendo alcançadas”.

Podemos dizer que em parte isso é verdade, muitas pessoas estão sendo alcançadas pelo evangelho, mesmo pregado de forma deturpada. Mas, muitas pessoas estão adentrando as igrejas sem saber sequer o significado da salvação. Estão apenas procurando o que é prometido, ou seja, solução imediata para seus problemas financeiros e de saúde. A maioria das igrejas que estão na mídia não valorizam o ensinamento bíblico, afinal, quanto mais ignorantes biblicamente forem às pessoas, mas fácil será a manipulação. A preocupação é falar de bênçãos materiais para reunir o maior número de pessoas possível. Parece um campeonato. Está virando competição. Querem saber quem arrebanha o maior número de adeptos, quem é capaz de encher o maior número de igrejas. Estão construindo mega-igrejas para encher de pessoas que possam gerar para a denominação muito dinheiro. É só isso que interessa. Não se fala da maior benção que o homem pode receber que á a salvação, e esta é dada de graça a todos que aceitam ao Senhor Jesus.

Parece que estes pregadores não estão preocupados nem com sua própria salvação. Parece que eles acreditam que vinda de Jesus é “lenda”, e que eles jamais terão de prestar contas a Deus pelo que fizeram. Afinal para este tipo de pregadores, o que interessa é o hoje! Não há preocupação com a vida futura.

Escândalos são comuns, e isso não causa preocupação a essa gente, o importante é que está entrando dinheiro. Dizer que é pastor, já foi motivo de orgulho, hoje é motivo de chacota por parte das pessoas descrentes. O nome de Deus está sendo escarnecido por causa de atitudes errôneas dessas pessoas, que deviam dar exemplo.

Estes pretensos pregadores trouxeram para si uma frase que é de uso apenas no Velho Testamento: “Não toquem no ungido do Senhor”. Isto cria para eles uma “armadura”. Tornam-se inquestionáveis. Não podem ser contrariados, não podem ser criticados, são intocáveis. Se intitulam: Bispos, apóstolos e profetas, e isso os coloca acima de qualquer questionamento.

No dia de nos encontrarmos no céu, iremos sentir falta de gente que fazia milagres e mais milagres diante das câmeras de Televisão, disso não tenha dúvidas.

A verdadeira Igreja de Cristo tem por obrigação pregar a salvação, afinal, Jesus não pediu que anunciássemos a salvação, Ele ordenou. É Preciso enfatizar a morte e ressurreição de Jesus, explicando ao pecador que foi este gesto de Jesus que lhe deu direito a salvação. Que nós todos somos pecadores e por isso precisamos de um salvador. Que Jesus está no céu e intercede ao Pai, pelos que O amam. Que se nós continuarmos em nossos pecados seremos as mais infelizes das criaturas, pois o preço a pagar por não aceitar a Jesus, é a perdição eterna.  

Este é o principal papel da igreja, pregar a Palavra de Deus. As outras coisas também são necessárias, mas elas não podem ser prioridade. A prioridade do salvo é convidar pessoas para o Reino de Deus. Se o salvo não fizer um esforço para isso, teremos de fazer a pergunta: “Você é salvo de quê mesmo?”. Porque quem é salvo, sente no coração vontade de trazer outras pessoas para gozar desta salvação. O verdadeiro seguidor de Cristo sente amor pelas almas perdidas, sente desejo de proclamar ao mundo o seu novo nascimento. Se fosse possível ele queria ver todos os seus parentes e amigos desfrutando da mesma esperança que ele tem, a salvação eterna.

 

* Editor do Site

www.santovivo.net


FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA

CANAL DE BENÇÃO